Outros seis bebês teriam morrido, nesta semana, na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Santa Casa de Belém (PA), segundo informações do jornal Folha de S. Paulo deste sábado. Com isso, o total de mortes desde o dia 20 de junho subiria para 30.

Ao jornal, a presidente interina da instituição, Silvia Cumaru, disse que a morte dos recém-nascidos "está dentro da média mensal cerca de um por dia ou um a cada dois dias."

No hospital estadual, morreram ao menos 24 bebês entre os dias 20 e 27 de junho. Segundo o governo, médicos que trabalham na maternidade e o Ministério Público, a superlotação foi uma das causas dos óbitos ocorridos nas última semanas.

Prefeitos de dez municípios da região metropolitana de Belém se reuniram nesta sexta-feira com integrantes da Secretaria Estadual da Saúde para discutir maneiras de reduzir o número de gestantes que o local recebe.

Leia mais sobre: morte de bebês

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.