Na capital paulista ocorre um furto a cada quatro minutos, segundo estatísticas da polícia. Entre janeiro e junho deste ano, foram 75.944 casos, uma média de 417 ocorrências por dia ou 17 por hora. Nos últimos oito anos, há um acúmulo de 1,2 milhão de notificações. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Segundo a publicação, esse tipo de crime avançou de 107.555 casos, em 2000, para 148.305, em 2007 - aumento de 37,8%. O pico foi em 2005, quando foram registrados 176.181 boletins de ocorrência. Desde então, a tendência é de queda, mas os números recentes ainda excedem 140 mil casos por ano.

Um estudo do Núcleo de Estudos da Violência da USP relaciona a escalada dos furtos à melhora da condição de vida. Na publicação Olhar sobre São Paulo, pesquisadores ressaltam que a criminalidade é associada à pobreza, mas o fenômeno também está atrelado à riqueza.

Ainda de acordo com o jornal, a divisão por bairros indica que as áreas com maior aglomeração de pessoas e as mais favorecidas economicamente são os principais alvos.

Leia mais sobre: furtos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.