Sinopse de imprensa: Renascer tem pelo menos 10 templos em situação irregular

SÃO PAULO - A Igreja Renascer em Cristo mantém ao menos dez templos com capacidade para mais de 500 pessoas funcionando irregularmente em São Paulo. Nove deles estão nessa situação desde 4 abril de 2007, quando a Renascer foi notificada pela prefeitura a apresentar a documentação para liberar o uso de 14 templos. Porém, a notificação não foi atendida pela igreja. As informações são do jornal ¿Folha de S. Paulo¿.

Redação |

A reportagem visitou nesta quarta-feira os 14 templos - nove continuavam abertos. Além deles, está irregular o localizado em um galpão na Mooca. Os outros foram fechados pela igreja.

Os templos em situação irregular estão espalhados por toda a cidade, em bairros como Moema, Butantã, Taipas, Guaianases e Vila Matilde. Em um caso, na região do Jaçanã, a igreja quebrou o lacre que interditou o prédio em 2007.

Os vizinhos do templo do Brás afirmam que o espaço abriu para cultos na segunda e terça-feira. Nesta quarta, a Subprefeitura da Mooca multou o lugar em R$ 4.780. A igreja afirma ter 99 templos em São Paulo, mas a prefeitura ainda não apurou quantos estão regulares. O Ministério Público também fará uma vistoria em todos os locais.

Um dos maiores, com cerca de 90 metros de fachada, na Vila Matilde (zona leste), estava fechado, mas vizinhos disseram que lá sempre há cultos.

Segundo a Secretaria da Habitação, em cinco dos templos, já há determinação para multa, e os demais ainda estão em processo de fiscalização.

O secretário das Subprefeituras, Andrea Matarazzo, afirmou que todos os templos que não estiveram enquadrados na legislação e já tenham expirado o prazo para se regularizar serão interditados. "Já interditamos dezenas de templos, inclusive um da Renascer", diz.

Leia também:

Leia mais sobre: desabamento - Renascer

    Leia tudo sobre: igreja renascer

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG