Sinopse de imprensa - Pitta diz que sua prisão foi para atingir Kassab e Maluf

Preso na Operação Satiagraha, o ex-prefeito de São Paulo Celso Pitta afirma que foi vítima de ação eleitoral em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo publicada nesta quarta-feira. Segundo Pitta, seu nome está associado aos ao prefeito Gilberto Kassab (DEM) e ao ex-prefeito Paulo Maluf (PP), candidatos na eleição paulistana.

Redação |

  • Entenda a operação Satiagraha da Polícia Federal
  • Leia a íntegra do relatório da Operação Satiagraha
  • Veja o que ainda falta explicar no caso Daniel Dantas
  • Com novo delegado inquérito será menos publicitário, diz Genro
  • Pedido de impeachment de Gilmar Mendes é arquivado no Senado
  • Ricardo Saadi assume investigações da Operação Satiagraha
  • Deflagrada no último dia 8, a operação resultou na prisão de Pitta, Naji Nahas e do banqueiro Daniel Dantas, dono do grupo Opportunity, e mais 14 pessoas envolvidas em esquema de crimes financeiros.

    Na entrevista, Pitta - que está em liberdade devido a um habeas corpus - criticou a ação. "Houve abuso de poder ao entrarem na minha casa e permitirem que eu fosse filmado de pijama. Houve abuso de autoridade ao me algemarem, porque havia testemunhas de que não fiz resistência à prisão", afirmou.

    Quanto questionado sobre sua ligação com Naji Nahas, o ex-prefeito afirmou que "é uma ligação de um cidadão para o outro pedindo dinheiro". 

    Leia também:

    Leia mais sobre: Operação Satiagraha

      Leia tudo sobre: operação satiagraha

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG