Pelo menos 20 casas foram interditadas e outras 280 sofreram algum tipo de dano por conta das obras da futura estação Butantã do Metrô, na zona oeste de São Paulo. As informações são do jornal Folha de S. Paulo desta terça-feira.

Segundo a publicação, os moradores apontam que os estragos provocados pela obra, que começaram a aparecer em maio de 2007, estão se ampliando desde setembro último, depois que o Consórcio Via Amarela, responsável pela obra, iniciou serviços de reparação em um dos túneis da futura estação do Metrô.

Ainda de acordo com o jornal, o reparo teve que ser feito em 40 metros do túnel, em área próxima à rua Sapetuba. Com isso, casas localizadas entre as ruas Alvarenga e Martins, onde não havia relatos de problemas graves, passaram a apresentar rachaduras, infiltrações, rompimento de canos e comprometimento da estrutura, causando a interdição dos imóveis.

Leia mais sobre: Metrô

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.