SÃO PAULO - O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), gastou neste ano apenas 7,3% da verba prevista para a construção de piscinões na cidade, segundo reportagem da Folha de S. Paulo publicada nesta quinta-feira.

AE
Chuva causou alagamentos na terça
O Orçamento de 2009 prevê um gasto total de R$ 18,5 milhões em novos piscinões e reservatórios de águas das chuvas. Foram congelados R$ 17,1 milhões e empenhados até agora apenas R$ 1,3 milhão.

De acordo com o jornal, o maior gasto seria com o piscinão da rua Abegoária, na Vila Madalena. A região não sofreu enchentes graves na última terça-feira, mas o piscinão ajudaria a reter as águas que desembocaram nos rios Pinheiros e Tietê, cujas marginais alagaram.

O gasto previsto com a obra é de R$ 14,8 milhões. O restante da verba é destinada a obras que já estavam em andamento, como o piscinão na divisa com Taboão da Serra (Grande SP).

Ainda segundo a "Folha", O congelamento de verba para obras de piscinões contrasta com os gastos em outras obras de drenagem, especialmente canalização de córregos, onde já foram aplicados 99% dos R$ 56,4 milhões previstos.

Leia também:

Leia mais sobre: chuva

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.