Sinopse de imprensa - Gastos do governo com obras do PAC caem 70%

Apesar das reiteradas declarações de ministros de que o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) não seria atingido pela crise de crédito mundial, o ritmo de gastos nas obras financiadas com dinheiro do contribuinte caiu, em média, mais de 70% em outubro, em relação aos meses anteriores. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Redação |

Os números são do Siafi, o sistema informatizado de acompanhamento de gastos federais.

Segundo a "Folha", o levantamento feito pela ONG Contas Abertas se baseou nos registros lançados pelo Tesouro Nacional até a noite de terça-feira, na antevéspera da divulgação do novo balanço do PAC, marcada para esta quinta.

Ainda de acordo com o jornal, os registros do Tesouro apontam que a redução no ritmo de gastos atingiu os ministérios que concentram o maior volume de verbas do PAC: Transportes, Cidades e Integração Nacional. As pastas são responsáveis por obras de construção e manutenção de rodovias federais, habitação e saneamento e de irrigação.

Leia mais sobre: PAC

    Leia tudo sobre: pac

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG