Sinopse de imprensa: Funcionária de Sarney mora em apartamento exclusivo de senadores

SÃO PAULO - Uma funcionária do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), mora há cerca de quatro anos em um apartamento de uso exclusivo dos senadores. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Redação |

Segundo a reportagem,  Valéria Freire dos Santos é viúva de um ex-motorista de Sarney e, desde que se mudou para o local, ganhou um emprego no Senado.

O primeiro emprego de Valéria no Senado foi na direção geral, mas, em novembro do ano passado, ela foi transferida para o gabinete pessoal de Sarney por um ato que só foi divulgado em abril deste ano. Para servir café em expediente de meio período, ela recebe salário de R$ 2.313,30 por mês.

Ainda de acordo com o jornal, o apartamento fica no térreo do prédio onde estão localizados os apartamentos usados pelos senadores em uma área nobre de Brasília. Ele tem quarto, cozinha e banheiro e deveria ser usado por funcionários do edifício.

Atos secretos do Senado

A edição de atos secretos beneficiou ou obteve a chancela de pelo menos 37 senadores e 24 ex-parlamentares desde 1995. Não há distinção partidária - PT, DEM, PMDB, PSDB, PDT, PSB, PRB, PTB e PR têm representantes na lista.

São senadores que aparecem como beneficiários de nomeações em seus gabinetes ou que assinaram atos secretos da Mesa Diretora criando cargos e privilégios. A existência de tantos nomes indica que a prática dos boletins reservados era bem conhecida.

Os nomes dos parlamentares surgiram nos atos publicados nos últimos 30 dias, mas com data da época a que se referem. A quantidade pode ser ainda maior, com a evolução das investigações na Casa.

Leia também:

Leia mais sobre: atos secretos

    Leia tudo sobre: sarney

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG