Sinopse de imprensa: Funasa vira balcão de negócios no Ceará

Investigação da Operação Fumaça da Polícia Federal e do Ministério Público Frederal indicam que a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) se transformou em um balcão de negócios. Segundo reportagem do jornal O Estado de São Paulo, entre os investigados está Guaracy Aguiar, coordenador do órgão do Ministério da Saúde no Ceará entre 2007 e 2009 e irmão do presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Ubiratan Aguiar. O presidente da Funasa, Danilo Forte, indicado para cargo pelo PMDB, também é suspeito.

Redação |

Ambos aparecem em escutas telefônicas legais, agindo em cadeia de comando do clientelismo, liberando verbas e atestando obras inacabadas como prontas, apesar de evidências de superfaturamento, fraudes e desvios de dinheiro. A investigação começou em julho do ano passado e tem como foco o Ceará.

Como consequência dos desvios, ocorrem situações como a de Vila Esperança, em Brejo Santo, no sul do Ceará. Apesar de as famílias da localidade viverem sem banheiros, a Funasa liberou dinheiro há quatro anos para construir sanitários.

Leia mais sobre: Funasa

    Leia tudo sobre: funasainvestigaçãopolícia federal

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG