Sinopse de imprensa - Ex-sargento da PM é preso sob suspeita de mortes em série

SÃO PAULO - O sargento reformado da Polícia Militar de São Paulo Jairo Francisco Franco foi preso nesta quarta-feira depois que a Justiça decretou sua prisão temporária -por 30 dias. De acordo com a Polícia Civil, o ex-PM é investigado sob a suspeita de ser o maníaco do arco-íris. As informações são do jornal Folha de S. Paulo desta quinta-feira.

Redação |

Acordo Ortográfico De julho de 2007 a agosto deste ano, 13 homens foram assassinados no parque dos Paturis, em Carapicuíba, perto de Alphaville, na Grande São Paulo.

Segundo a publicação, os crimes são atribuídos pela polícia ao chamado "maníaco do arco-íris" -uma alusão à bandeira colorida da comunidade LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais). Ocorreram dentro do parque que, à noite, é ponto de encontro de homossexuais.

Ainda de acordo com o jornal, ao ser preso nesta quarta-feira, Franco trabalhava como segurança em um supermercado de Osasco, cidade vizinha a Carapicuíba.

Leia mais sobre: assassinato

    Leia tudo sobre: assassinadoassassinato

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG