Sinopse de imprensa - Entidade alvo do TCU recebe ajuda do governador de Pernambuco

A auditoria do TCU (Tribunal de Contas da União) encontrou irregularidades em uma entidade não-governamental que, com a ajuda do governador e ex-ministro de Ciência e Tecnologia Eduardo Campos (PSB-PE), recebeu cerca de R$ 11,4 milhões da pasta nos últimos três anos. As informações são do jornal Folha de S. Paulo desta quinta-feira.

Redação |

Segundo a publicação, o Instituto de Desenvolvimento Científico e Tecnológico de Xingó, sediado na zona rural de Sergipe, é dirigido por Gilberto Rodrigues, tesoureiro do PSB em Pernambuco e aliado político de Campos.

Ainda de acordo com a "Folha", Campos participou diretamente dos três contratos do ministério com o Instituto Xingó. Os dois principais convênios, num total de R$ 12,6 milhões, foram auditados pelo TCU.

Os extratos de execução financeira dos convênios foram verificados no Siafi (sistema de acompanhamento de gastos do governo) pela ONG Contas Abertas, a pedido da "Folha".

    Leia tudo sobre: tcu

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG