Sinopse de imprensa: Empresa redigiu edital de licitação que disputaria em São Carlos

O Ministério Público Estadual (MPE) acusou a empresa Home Care Medical Ltda. de produzir contratos para licitação de que participaria, com o objetivo de gerenciar a área de saúde de prefeituras de três Estados. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Redação |

A acusação foi feita com base em documentos que foram aperendidos na sede da empresa, que é suspeita de participar da máfia dos parasitas.

Entre os documentos apreendidos está o contrato que a Home Care teria produzido para a prefeitura de São Carlos, no interior de São Paulo. A cidade é uma das 26 em que a empresa teria "investido" em "ajuda" a "candidatos municipais".

Segundo o MPE, foi apreendida uma planilha que mostraria uma doação ilegal no valor de R$ 100 mil a Oswaldo Barbosa (PT), prefeito eleito da cidade. A licitação faria parte de uma "compensação".

    Leia tudo sobre: fraude

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG