A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) divulgou recomendação para que adultos não dêem mel a crianças com menos de um ano. Ela se baseou em estudos que mostraram a presença da bactéria Clostridium botulinium, causadora do botulismo intestinal, em exemplares do produto. As informações são do jornal Folha de S. Paulo desta terça-feira.

Segundo a publicação, um dos trabalhos, realizado por pesquisadores da Unesp e publicado neste ano, analisou cem amostras de mel colhidas em 2002 e 2003 em mercados, feiras livres e camelôs de seis Estados -Ceará, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Santa Catarina e São Paulo. A bactéria foi encontrada em 7% delas.

Ainda de acordo com a "Folha", Adriana Valim Ferreira Ragazani, uma das autoras, afirma que o ideal é que crianças só comam mel a partir dos dois anos. Até essa idade sua flora intestinal não está totalmente formada, segundo ela.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.