Sinopse de imprensa - BC suspeita de lavagem no banco de Daniel Dantas

O Banco Opportunity, do empresário Daniel Dantas, tem operações que podem significar lavagem de dinheiro, segundo processo administrativo que corre no Banco Central. Os indícios foram levantados em fiscalização de 2007. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Redação |

  • Leia a íntegra da decisão do juiz  (em pdf)
  • Entenda a operação Satiagraha da Polícia Federal
  • Leia a íntegra do relatório da Operação Satiagraha
  • Veja o que ainda falta explicar no caso Daniel Dantas

    De acordo com a publicação, o relatório do Departamento de Combate a Ilícitos Financeiros e Supervisão de Câmbio e Capitais Internacionais (Decic) concluiu que o Banco Opportunity "expõe seus produtos e serviços à lavagem de dinheiro" porque "não tem controle" das operações de seus correntistas.

    Segundo apuração do jornal, o Processo Administrativo (PA) contra o Opportunity ainda está em curso. A fiscalização do BC, que terminou com uma Avaliação de Controles Internos e Compliance, mostra que o Opportunity abria contas sem documentação mínima.

    A avaliação do BC faz parte dos documentos anexados ao relatório da Operação Satiagraha, da Polícia Federal, e mostra que uma das contas com irregularidades é a de Maria Alice Dantas, mulher de Daniel Dantas. O nome dela era usado, de acordo com a Polícia Federal, como "laranja" da suposta quadrilha liderada pelo banqueiro.

    Ainda segundo o jornal, no dia 6 de agosto de 2007, o Opportunity apresentou sua defesa, assinada por Benigno e pelo diretor-presidente, Dório Ferman - também preso pela Satiagraha. O banco prometia ao BC promover mudanças em sua política institucional e em sua estrutura organizacional para corrigir as falhas.

    Leia também:



    • Leia tudo sobre: operação satiagraha

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG