salvar ministros - Brasil - iG" /

Sinopse de imprensa - Base e oposição fazem acordo na CPI para salvar ministros

O PT fechou nesta quarta-feira um acordo que assegurou à oposição acesso a parte dos dados sigilosos da Presidência da República e que ex-ministros do governo Fernando Henrique não serão convocados a depor se nada for encontrado contra eles. A informação é do jornal Folha de S. Paulo.

Redação |

Segundo o jornal, a oposição vai postergar a instalação da CPI do Senado, que teria como foco o governo Lula, e retirar da pauta a votação de requerimentos que obriguem os governistas a se exporem votando contra.

A lista de requerimentos incluía a convocação do governador de São Paulo, José Serra (PSDB), dos ex-ministros de FHC Raul Jungmann (Desenvolvimento Agrário), Paulo Renato (Educação) e Aloysio Nunes Ferreira (Casa Civil), além da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), da filha do presidente Lula, Lurian Cordeiro da Silva, e do ex-ministro José Dirceu (Casa Civil).

Ainda de acordo com a "Folha", o PT aceitou dividir a relatoria com quatro outros deputados, dois da oposição. O acordo também prevê o acesso da CPI a dados sigilosos da Presidência que estão no TCU (Tribunal de Contas da União). O acordo foi feito em meio a reunião da CPI nesta quarta-feira.

Leia também:

Leia mais sobre: cartões corporativos

    Leia tudo sobre: cartão corporativogastos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG