Sinopse de imprensa: Aluna é condenada a indenizar professor por xingamento

BRASÍLIA - Um professor universitário de Brasília conseguiu na Justiça que sua ex-aluna lhe pagasse uma indenização por tê-lo xingado e ameaçado fisicamente após ela ter sido flagrada colando em uma prova. As informações são do jornal ¿Folha de S. Paulo¿.

Redação |

A 1ª Turma Recursal do Tribunal de Justiça do DF condenou, por unanimidade, a ex-aluna do curso de direito Sandra de Sousa a pagar R$ 5.000 por danos morais ao professor Alexssander de Oliveira, 25. Não cabe recurso da decisão.

Em primeira instância, a universitária havia sido condenada a pagar R$ 3.000, mas tanto ela quanto o professor recorreram. A 1ª Turma Recursal do TJ-DF aumentou o valor.

"Ninguém pode ser destratado, tampouco tornar-se motivo de chacota, por quem quer que seja, sobretudo diante de grande público que, por medida de costume, lhe deve obediência e respeito hierárquico", diz o relator do processo, o juiz Esdras Neves, no acórdão.

O professor disse que ajuizou a ação em 2007 por ter ficado "estarrecido" com a atitude da aluna. "Ela me chamou de babaca, moleque e usou até palavrão. Disse que iria me bater na saída da aula", contou. A advogada do professor, Raquel Queiroz, afirmou que há poucos casos como o de seu cliente.

    Leia tudo sobre: alunos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG