Sinopse de imprensa - Abadía delatou planos de Beira-Mar

A extradição de Juan Carlos Ramírez Abadía, entregue à Justiça dos Estados Unidos no dia 23 de agosto, foi antecipada e precedida de um acordo em que o megatraficante colombiano se comprometeu a revelar supostos planos do traficante brasileiro Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, para tentar fugir do presídio de segurança máxima de Campo Grande (MS). O esquema veio à tona no início do mês passado, quando a Polícia Federal desencadeou a Operação X. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo deste sábado.

Redação |

Segundo a publicação, depois de ter sido achacado por agentes da Polícia Civil de São Paulo, Abadía temia ser morto e pediu que o governo brasileiro antecipasse sua extradição.

Abadía foi preso em São Paulo no início de agosto do ano passado e levado logo em seguida para o presídio federal de Campo Grande, o mesmo em que estava Beira-Mar.

De acordo com o jornal, o colombiano revelou ao serviço de inteligência do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) que Beira-Mar preparava uma fuga mediante extorsão e seqüestro de parentes de autoridades das três esferas de governos - Legislativo, Executivo e Judiciário.

Leia mais sobre: Juan Carlos Abadía

    Leia tudo sobre: abadiabeira-mar

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG