Sinopse de imprensa - 42% das grávidas têm algum tipo de DST, diz pesquisa

De um grupo de cerca de 3.300 mulheres grávidas, 42% apresentavam pelo menos uma DST (Doença Sexualmente Transmissível), mostra pesquisa feita pelo Programa Nacional de DST e Aids, do Ministério da Saúde. As informações são do jornal Folha de S. Paulo deste sábado.

Redação |

Acordo Ortográfico

Segundo o estudo, a maior prevalência encontrada no grupo foi de HPV, doença que pode causar câncer no colo do útero. De acordo com os dados, 40,4% das 3.303 gestantes analisadas tinham o vírus e, na maioria dos casos, tratava-se de HPV de alto risco.

A pesquisa também revela que o vírus apareceu freqüentemente combinado a outras infecções, como a clamídia -doença que pode provocar parto prematuro.

Ainda de acordo com a "Folha", a maioria das gestantes do estudo (79%) tinha até 29 anos e encontrava-se em uma união estável (72,8%). Os questionários e exames foram feitos em mulheres que procuram os serviços de pré-natal do SUS (Sistema Único de Saúde).

Leia mais sobre: gravidez

    Leia tudo sobre: gravidez

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG