Sinopse da imprensa: Oposição encolhe e perde espaço em grandes cidades

Nas últimas eleições municipais, em 2004, os partidos de oposição a Luiz Inácio Lula da Silva haviam conquistado o controle de quase a metade das cem maiores cidades brasileiras. Hoje, só governam 25 dessas cidades, uma redução de quase 50% - o equivalente a 14,4 milhões de habitantes.

Redação |

De acordo com reportagem do jornal Folha de S.Paulo, a redução das prefeituras nas mãos de DEM, PSDB e PPS nos centros urbanos se deu devido ao famoso troca-troca, que leva políticos a migrarem de um partido a outro, em geral motivados por razões eleitorais, brigas internas ou adesismo às legendas que orbitam em torno do governo, seja federal, seja estadual.

Outro fator que aponta para uma oposição enfraquecida é que somente 64% dos prefeitos que lhe restaram são pré-candidatos à reeleição. Entre os governistas, o índice dos que vão tentar novo mandato é de 76%.

Com a decisão de 2007 do Tribunal Superior Eleitoral, determinando que os mandatos pertencem à legenda, não ao político, a previsão é que as trocas partidárias sejam drasticamente reduzidas.

Leia mais sobre : eleições municipais

    Leia tudo sobre: eleições municipais

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG