SÃO PAULO ¿ Subiram 44% os gastos de deputados federais com divulgação de seus mandatos nos três primeiros meses deste ano, em comparação com o mesmo período de 2007. Só de janeiro a março, foram usados R$ 3 milhões para compra de reportagens na imprensa, confecção de cartões de felicitação e de livretos com discursos. As informações são do jornal ¿Folha de São Paulo¿.

Em ano eleitoral, foram os pré-candidatos a prefeito os que mais gastaram para divulgar o que fazem como deputados, cerca de 50% a mais do valor usado pelos não-candidatos. Segundo o jornal, entre os 30 que mais se utilizaram da verba fornecida pela Câmara, 15 são pré-candidatos a alguma prefeitura ou estão contatos para concorrer nas eleições de outubro.

A divulgação do mandato está prevista na verba indenizatória da Câmara, que destina R$ 15 mil mensais para cada deputado. A divulgação, no entanto, só pode ocorrer até 180 dias antes das eleições, ou seja, até dia 8 de abril no caso das eleições deste ano.

O jornal apurou que o deputado Leonardo Quintão (PMDB-MG), que pretende concorrer à prefeitura de Belo Horizonte, foi mais gastou com a promoção do seu mandato. Foram R$ 37,6 mil nos três primeiros meses deste ano para a confecção de mais de 20 mil jornais. 

Tive 116 mil votos em Minas, fui o mais votado da coligação, por isso opto por usar o dinheiro para manter o meu eleitorado. Quem tem mais votos tem dificuldades em mantê-los, disse o deputado ao jornal.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.