Sindicato de atores dos EUA chega a acordo com estúdios

Los Angeles (EUA.), 17 abr (EFE).

EFE |

- O Sindicato de Atores dos Estados Unidos (SAG, em inglês), o maior do país, e os estúdios de Hollywood chegaram hoje a um acordo para um novo convênio trabalhista após meses de negociações fracassadas, informaram as duas partes em comunicado conjunto.

Na nota, o SAG assegurou que recomendará a aprovação do pacto com a patronal, a Aliança de Produtores de Cinema e Televisão (AMPTP, em inglês).

O texto deverá ser aprovado pela direção do grêmio e, em seguida, será submetido à ratificação dos membros.

Os detalhes do acordo sobre programas de televisão e filmes não serão tornados públicos até serem revisados direção do SAG, neste domingo, em uma reunião por videoconferência em Los Angeles e Nova York.

O jornal "Los Angeles Times" afirma que o novo convênio coletivo terá duração de dois anos e incluirá leves melhorias em relação a ofertas apresentadas pelos estúdios há nove meses.

O motivo de disputa do SAG e da AMPTP é o valor que os atores devem receber pela receita obtida pelos estúdios com a distribuição e reprodução das produções nos novos suportes digitais.

O SAG, que abrange cerca de 120 mil atores de cinema e televisão no país, começou em julho uma disputa com as produtoras de Hollywood pelas melhorias dos direitos trabalhistas dos intérpretes no novo convênio.

No mesmo mês, os membros da American Federation of Television & Radio Artists (AFTRA), o segundo sindicato de atores em número de filiados, aceitaram o convênio trabalhista proposto pelos estúdios.

EFE mg/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG