Sindicância das passagens resulta em processo contra 44 servidores

BRASÍLIA - O presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), anunciou, na tarde desta quinta-feira (23), que abriu processo administrativo disciplinar contra 44* servidores e ex-servidores da Casa depois de ler relatório da Comissão de Sindicância para a apurar a venda de créditos de passagens aéreas de deputados. O documento foi entregue nesta manhã a ele e as quatro sugestões da sindicância já ¿foram tomadas¿, segundo nota de Temer.

Congresso em Foco |

Toda a documentação levantada pela comissão foi entregue também à Corregedoria da Câmara. Isso porque há deputados citados por funcionários como supostos colaboradores no esquema de venda de créditos de passagens e alguns outros pediram investigação contra si mesmos, segundo a assessoria da presidência. Entretanto, os parlamentares citados não foram ouvidos pelos membros da comissão. Segundo a assessoria, por esse motivo, a íntegra do relatório não será divulgada.

Leia tudo no Congresso em Foco
* A assessoria da presidência da Câmara revisau o número, às 16h48, de 47 para 44.

Saiba mais sobre a farra das passagens

    Leia tudo sobre: brasiliacongresso em fococâmara

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG