Sinalização na Marginal do Tietê põe motorista em risco

A obra de ampliação da Marginal do Tietê, iniciada em junho, bagunçou a sinalização tanto de novos quanto de antigos trechos da via. Em alguns pontos há placas demais e, em outros, de menos.

Agência Estado |

É comum encontrar motoristas retornando de ré por terem entrado em acessos errados ou corrigindo manobras bruscamente. Caminhoneiros de outras cidades se perdem frequentemente e carros fecham uns aos outros. Procurada, a empresa Desenvolvimento Rodoviário (Dersa), responsável pela obra, não respondeu às perguntas da reportagem sobre o sistema de sinalização.

A situação é ainda pior à noite: parte da sinalização atual é provisória. As placas, de cor laranja e letras de cor preta, são difíceis de enxergar a distância. "Elas não são refletivas. Se não prestar atenção, você passa direto. Quem não conhece a Marginal acaba se perdendo", afirma o motorista Marcos de Freiras, de 28 anos.

Em vários pontos, saídas construídas como parte da ampliação das pistas não dispõem de sinalização com o destino final daquela faixa.

"Se tivessem mais placas, ajudaria muito, principalmente quem anda pela Marginal pela primeira vez. Além disso, tem placa que só avisa quando o motorista está em cima da entrada. Aí as pessoas acabam se perdendo", aponta Thiago José de Pieri, de 26 anos, motoboy.

O problema citado por ele ocorre, por exemplo, no acesso da pista local para a Rodovia dos Bandeirantes, no sentido Castelo Branco. Há uma placa apenas na boca da entrada. Quem não conhece o local não consegue se preparar com antecedência para utilizar o acesso sem provocar transtorno aos demais motoristas.

Em vários pontos, o problema é o excesso de sinalização. Antes da Ponte do Tatuapé, no sentido da Rodovia Ayrton Senna, quatro placas informam como acessar as Rodovias Presidente Dutra e Ayrton Senna, a Avenida Salim Farah Maluf e a Ponte do Tatuapé. Elas estão a poucos metros umas das outras, indicando a mesma direção. Os motoristas reclamam que, a 90 quilômetros por hora, limite de velocidade na Marginal, torna-se difícil ler a tempo para executar a manobra correta, sobretudo se houver necessidade de mudança de faixa.

Leia mais sobre: Marginal Tietê

    Leia tudo sobre: transito

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG