Simone e Zélia Duncan lançam CD e DVD juntas

Simone chama Zélia Duncan de ¿ZD¿; Zélia só se refere a ela como ¿Si¿. Durante a entrevista de lançamento do CD e do DVD ao vivo que as une, são muitos os carinhos e as palavras de admiração mútua.

Agência Estado |

Não por acaso, o nome do projeto é 'Amigo É Casa' (Biscoito Fino), título de música de Hermínio Bello de Carvalho (com Capiba) - o compositor é uma espécie de elo entre as duas -, que diz, em seus versos finais: Amigo que é amigo não puxa tapete/oferece pra gente o melhor que tem e o que nem tem/ Quando não tem, finge que tem/ faz o que pode e o seu coração reparte que nem pão.

A faixa foi gravada por Hermínio em seu disco Timoneiro, de 2005 - produzido por Zélia e Bia Paes Leme, que viria a ser diretora do show que deu origem ao DVD (gravado no Auditório do Ibirapuera, em 2007). Foi nessa época que se deu a aproximação de Zélia e Simone. A primeira foi à casa da segunda, e, como nunca haviam feito, elas conversaram com calma, longe da confusão de bastidores. Ali começou, ali bateu. Pensei: "Que coisa boa essa menina na minha vida, querendo coisas sérias", lembra Simone.

No ano seguinte, as cantoras participaram do Tom Acústico, com shows no Rio e em São Paulo. Em meio às viagens de Zélia com os Mutantes, as duas decidiram que o encontro seria registrado. A escolha do repertório levou tempo, lembra Zélia, que ressalta, acima de tudo, o prazer que todo o processo lhe deu. Fomos escolhendo as músicas como duas amigas matando aula do colégio. Tivemos uma obsessão por não cair no mais fácil, que era juntar um bando de sucesso.

De fato, ninguém pode acusar a dupla de ser óbvia. Duas músicas de Roberto Carlos e Erasmo foram selecionadas, mas nada de grandes hits, e sim Meu Ego e Vou Ficar Nu pra Chamar Sua Atenção . De Caetano Veloso, Alguém Cantando , que abre o show, e Gatas Extraordinárias - uma forma de lembrar Cássia Eller. Também Gonzaguinha aparece duas vezes: Petúnia Resedá e Diga Lá Meu Coração . A maior parte das músicas não havia sido cantada por nenhuma das duas, como Grávida (Marina Lima/Arnaldo Antunes), Agito e Uso (Ângela Rô Rô) e Ralador (Roque Ferreira). Entre os sucessos, Alma (Arnaldo Antunes/Pepeu Gomes) e Mãos Atadas (Simone Saback), de Zélia, e Jura Secreta (Sueli Costa/Abel Silva) e Tô Voltando (Maurício Tapajós/Paulo César Pinheiro), de Simone. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

    Leia tudo sobre: cd

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG