Simon: Sarney já dá demonstração de querer se afastar

O senador Pedro Simon (PMDB-RS) afirmou, em discurso na tribuna do Senado, que o presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), já dá sinais de que quer se afastar do cargo, ao transferir ao primeiro-secretário da mesa, senador Heráclito Fortes (DEM-PI), a escolha dos servidores que substituirão o diretor-geral e o de recursos humanos da Casa. No momento em que deixa para o primeiro-secretário, já está mostrando que quer se afastar, disse Simon, no discurso em que pediu a saída de José Sarney.

Agência Estado |

Ele afirmou que as pessoas não confiam mais nos senadores nem acreditam que alguma providência será tomada. "Ninguém acredita em nós nessa Casa ou coisa nenhuma", disse. "Ninguém confia em nós e ninguém acredita que essa Casa vá fazer alguma coisa". Simon afirmou que os senadores, incluindo ele, foram omissos durante esses anos. "Onde é que eu estava? Omisso, olhando, assistindo", discursou. Em seu discurso, Simon fez uma referência ao ex-senador Darcy Ribeiro, já falecido, que dizia que o Senado é melhor que o céu porque não precisa morrer para chegar nele. "O Senado hoje não tem nada de céu e não há lugar mais triste de estarmos do que o Senado", disse.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG