Show grátis do Coldplay em NY vira ensaio de turnê

O Coldplay fez na noite de segunda, em Nova York, o terceiro e último de seus shows grátis de promoção do disco Viva la Vida or Death and All His Friends. Depois de apresentar o álbum em Londres e Barcelona, a banda de Chris Martin teve outra prova de fogo à frente de um Madison Square Garden lotado.

Agência Estado |

O show de pouco mais de uma hora foi uma espécie de ensaio aberto para a turnê mundial que a banda começa no dia 14, em Los Angeles.

Eles podem ainda não estar prontos: um violão desafinado atrasou a parte intimista do show, a perda dos fones de ouvido do cantor rendeu refrão fora do tom e a letra de uma canção antiga foi esquecida (não pelo público, por sinal). Com bom humor, o Coldplay superou os problemas. "Pelo menos não há reclamações sobre o preço do ingresso", disse o vocalista no início da apresentação. O show teve hits, mas as novas experimentações da banda com o produtor Brian Eno também funcionaram ao vivo.

"Ele foi franco e disse que a gente tinha usado os mesmos truques muitas vezes nos três discos anteriores", disse o baterista Will Champion em entrevista antes do show, no Hotel Bowery. "Se a gente gravava uma canção que soava muito convencional, ele ficava entediado", completou o baixista Guy Berryman. "Ele tentou tirar a gente da nossa zona de conforto. Depois de fazer três discos parecidos, era uma preocupação nossa ampliar os horizontes."

O disco 'Viva la Vida' é ótimo, mas ganha mais vida no palco. É esperar para ver se os shows vão passar pelo Brasil. "Estamos desesperados para voltar!", brincou Champion. "Se a gente puder escolher, com certeza vai rolar uma passada pela América Latina. Talvez seja no início do ano que vem." Por enquanto, há apresentações marcadas para a América do Norte, a Europa e o Japão.

    Leia tudo sobre: coldplay

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG