I Will Survive a Beatles - Brasil - iG" /

Show de Reginaldo Rossi na Virada tem de I Will Survive a Beatles

SÃO PAULO - Mais do que um show, Reginaldo Rossi fez uma grande sessão de terapia coletiva no quarto show da noite no Largo do Arouche. Apesar de falar para uma enorme multidão, em vários momentos ele parecia contar seus dramas pessoais como que a expurgar seus demônios. Frases como fique tranquilo, você não é o único corno de São Paulo acompanharam todo o show do cantor pernambucano.

Tiago Agostini |


É óbvio que o grande momento do show foi o hit "Garçom", tocado logo no começo da apresentação e que fez boa parte do público delirar, fosse no meio da plateia, nas janelas dos prédios vizinhos ou em cima de árvores. Mas o show foi talvez o maior desfile de hits mundiais que a Virada pudesse assistir.

Argumentando que "não existe diferença entre as músicas de amor" pelo mundo, Reginaldo Rossi enfileirou clássicos tão díspares quanto "I Will Survive", de Gloria Gaynor, "Have You Ever Seen The Rain", do Creedence Clearwater Revival, e "Something", dos Beatles, sempre no clássico inglês embromation. Houve até citação para o solo de "La Vie En Rose", de Edith Piaf.

Com tantas músicas e conversas sobre suas histórias o cantor acabou fazendo um show longo (cerca de uma hora e meia) e cansativo. Sobrou tempo até para um discurso sobre as capitanias hereditárias e o Brasil Colônia. Nada que tirasse o ânimo de um espectador ilustre, o Ministro dos Esportes Orlando Silva, que acompanhou todo o show abraçado a sua companheira e cantando todos os sucessos do cantor.

    Leia tudo sobre: virada cultural 2009

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG