Jerusalém, 4 out (EFE).- O presidente de Israel, Shimon Peres, lamentou hoje a morte da cantora argentina Mercedes Sosa, sobre quem disse que encarnava a libertação da América Latina e, de alguma maneira também, a decepção que trouxe consigo essa libertação.

Em declarações à imprensa, Peres lembrou que a artista argentina visitou várias vezes Israel, onde cantou em hebraico, e ressaltou que sua figura "ultrapassava os estilos e os idiomas", devido a "sua personalidade, que tinha dimensão universal".

"Vão nos faltar sua voz e seu espírito", disse. EFE amg/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.