Shia LaBeouf não foi pivô de acidente

Shia LaBeouf não foi pivô de acidente Por Ricardo Bairos Nova York, 30 (AE) - (30.jul) Shia LaBeouf não teve a ver com o acidente em que esteve envolvido na madrugada de domingo, em Los Angeles.

Agência Estado |

Apesar de estar intoxicado, o ator não foi o pivô da colisão, que acabou com o capotamento de seu carro. Segundo a polícia, o motorista do outro veículo avançou um sinal vermelho. Porém, LaBeouf vai ser indiciado por dirigir bêbado. Ele machucou uma das mãos no acidente e teve de ser operado. (Planet Pop)

MILEY CYRUS FICA NO TOPO DA PARADA AMERICANA

(30.jul) Toda a polêmica entre o Disney Channel e a atriz e cantora Miley Cyrus ajudaram a popstar teen a vender discos. Seu novo trabalho-solo, que não tem nada a ver com sua personagem Hannah Montana, teve 371 mil unidades vendidas em sua semana de lançamento na América do Norte. "Breakout" rendeu a segunda melhor estréia para uma cantora na lista dos mais vendidos este ano: a campeã de vendas foi Mariah Carey, que teve 463 mil unidades vendidas de "E=MC2" em uma semana. (Planet Pop)

PAI DE AMY WINEHOUSE ACHA QUE ELA FOI DROGADA POR "AMIGO"

(30.jul) O pai de Amy Winehouse acha que ela foi parar no hospital porque alguém colocou um ecstasy em sua água. Mitch Winehouse está convencido de que um dos "cabides" que estão sempre na casa da popstar foi o responsável por drogá-la. Ele deu queixa na polícia e disse que um exame toxicológico foi feito no hospital em que ela foi internada. O resultado ainda não saiu. Mitch quer colocar um fim no entra-e-sai de "amigos" da cantora em seu apartamento londrino. (Planet Pop)

"O CAVALEIRO DAS TREVAS" FATURA ALTO NO RESTO DO MUNDO

(30.jul) "O Cavaleiro das Trevas" está a caminho de virar um megahit também fora da América do Norte. O filme já fez US$ 126,3 milhões até o início da semana em mais de 7 mil cinemas de 43 países. Os valores são considerados muito altos porque a fita ainda não estreou em vários mercados importantes de Hollywood, como a França, a Alemanha, a Espanha, o Japão e a Coréia do Sul, onde o filme vai chegar apenas em agosto. No mercado dos Estados Unidos e do Canadá, a fita fez US$ 314,2 milhões em doze dias. (Planet Pop)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG