Sexo desprotegido é causa de 78% dos casos de aids em SP

Com mudança do perfil da epidemia, uso de drogas injetáveis responde por apenas 6,7% das ocorrências

iG São Paulo |

O sexo sem preservativo respondeu por 78,8% dos casos de aids em pessoas maiores de 13 anos, em 2008, segundo dados da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo. Nos homens, 45,4% dos casos estão entre os heterossexuais, e 33,5% entre os homens que tem relações com homens (homossexuais ou bissexuais). Já entre as mulheres, 83,4% dos casos de aids atingiram as heterossexuais.

Em 2008, foram notificados ao todo 5.012 casos de aids no Estado. A faixa etária com maior incidência de HIV continua sendo a de 30 a 39 anos de idade, com 26,2 casos por 100 mil habitantes, seguida pela de 40 a 49 anos, com 24. Os números reforçam que, para se proteger da Aids, o mais importante é usar a camisinha em qualquer relação sexual, diz Maria Clara Gianna, diretora do programa estadual de DST/Aids.

O uso de drogas injetáveis respondeu por 6,7% do total. Outros 14,2% estão em investigação sobre a forma do contágio, e 0,3% dos casos foram transmitidos de mãe para filho.

    Leia tudo sobre: aidssaúde pública

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG