O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Severino Cavalcanti (PP-PE), voltou a reinar graças ao fiel eleitorado. O político que ganhou fama como o ¿rei do baixo clero¿ e defendia o nepotismo e os deputados sem grande expressão, parece muito à vontade no carto de prefeito de João Alfredo, município pernambucano em que nasceu e onde iniciou sua trajetória política há 42 anos.

Severino deu entrevista pelo telefone ao Congresso em Foco. Confessou empregar a nora Olga Maria Cavalcanti como secretária de Fazenda e Administração. Contou também ter indicado dois filhos para cargos públicos em Recife.

Questionado sobre a súmula do Supremo Tribunal Federal que veda a prática do nepotismo, Severino mira sua artilharia para o Senado Federal. Aqui não tem crime nenhum. Ela (a nora)  trabalha. Escândalo é o Senado, com 181 diretores. Eu conheço aquela Casa, não precisa disso, criticou.

Leia o texto na íntegra no Congresso em Foco

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.