BRASÍLIA (Reuters) - O setor público consolidado brasileiro registrou déficit primário de 216 milhões de reais em março, sob o impacto de uma piora do resultado do governo central, mostraram números do Banco Central nesta sexta-feira.

Em março de 2009, o resultado primário havia sido superavitário em 7,929 bilhões de reais.

" /

BRASÍLIA (Reuters) - O setor público consolidado brasileiro registrou déficit primário de 216 milhões de reais em março, sob o impacto de uma piora do resultado do governo central, mostraram números do Banco Central nesta sexta-feira.

Em março de 2009, o resultado primário havia sido superavitário em 7,929 bilhões de reais.

" /

Setor público tem déficit primário de R$216 mi em março

BRASÍLIA (Reuters) - O setor público consolidado brasileiro registrou déficit primário de 216 milhões de reais em março, sob o impacto de uma piora do resultado do governo central, mostraram números do Banco Central nesta sexta-feira.

Em março de 2009, o resultado primário havia sido superavitário em 7,929 bilhões de reais.

Reuters |

BRASÍLIA (Reuters) - O setor público consolidado brasileiro registrou déficit primário de 216 milhões de reais em março, sob o impacto de uma piora do resultado do governo central, mostraram números do Banco Central nesta sexta-feira.

Em março de 2009, o resultado primário havia sido superavitário em 7,929 bilhões de reais.

O governo central registrou déficit primário de 3,912 bilhões de reais no mês passado, enquanto Estados e municípios tiveram superávit de 3,342 bilhões de reais e as estatais, superávit de 354 milhões de reais.

A apropriação de juros somou 16,857 bilhões de reais no mês passado e, com isso, o déficit nominal foi de 17,073 bilhões de reais.

A dívida pública subiu a 42,4 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) em março, ante 42,1 por cento em fevereiro.

(Reportagem de Isabel Versiani e Natuza Nery)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG