Sete calouros do Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos (Unifeb), na região de Ribeirão Preto (SP), sofreram um trote violento ontem, na primeira noite de aula. Os alunos, todos da cidade vizinha Jaborandi, com cerca de 6,7 mil habitantes, desceram de um dos dois ônibus da prefeitura, em frente à instituição, e dois veteranos que estavam no mesmo veículo, jogaram um produto líquido, que seria creolina.

Em contato com a pele, os corpos dos estudantes sofreram queimaduras de primeiro grau.

As vítimas foram levadas ao Pronto-Socorro da Santa Casa de Barretos e liberadas após os atendimentos. Três estudantes preferem deixar o caso de lado, mas um deles vai levar o caso à Justiça. A direção da universidade alega que, apesar do incidente ter ocorrido fora do campus, o Conselho Universitário analisará o caso e os responsáveis poderão ser advertidos ou até expulsos.

O reitor da Unifeb, Álvaro Fernandez Gomes, lamentou o incidente, pois a instituição reforçou a segurança interna (com monitores e até filmagens) e solicitou o reforço da Polícia Militar para o lado externo. Gomes informou que a universidade enviará um comunicado às vítimas, repudiando o fato ocorrido, e que solicitará a elas as identificações dos agressores, para que o Conselho Universitário possa analisar o caso. A instituição tem 4.500 alunos, sendo 1.200 calouros neste ano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.