Servidores entram com pedido de impeachment de Yeda

O Fórum dos Servidores Públicos do Estado do Rio Grande do Sul (FSPE-RS) protocolou hoje na presidência da Assembleia Legislativa pedido de impeachment da governadora Yeda Crusius (PSDB). O documento foi entregue pela presidente do Centro dos Professores Estaduais do Rio Grande do Sul (CPERS), Rejane Oliveira, ao presidente da Assembleia, Ivar Pavan (PT).

Agência Estado |

Estavam presentes os deputados petistas Stela Farias, Raul Pont e Elvino Bohn Gass. O pedido agora será encaminhado à Procuradoria-Geral da Casa para apreciação.

De acordo com informações do CPERS, uma das dez entidades que compõem o Fórum dos Servidores Públicos Estaduais, 34 representantes sindicais assinaram o pedido de impeachment, que tem por base o conjunto de denúncias de corrupção que envolve o governo do Estado, principalmente as últimas revelações do lobista e ex-integrante da campanha da governadora Lair Ferst.

Na segunda-feira, o jornal "Zero Hora" divulgou correspondência que o empresário Lair Ferst encaminhou ao Ministério Público Federal (MPF) indicando supostas irregularidades na campanha política de 2006 e arrecadação de propinas de empresas por agentes públicos com repasse de parte do dinheiro à governadora, fatos que foram negados pelos envolvidos. É o segundo pedido de destituição do cargo feito contra Yeda. O primeiro, do PSOL, foi arquivado pela Procuradoria-Geral da Casa. Na segunda-feira, o PSOL anunciou que voltará a pedir o impeachment da governadora.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG