Servidores do Judiciário acampam no fórum João Mendes

Manifestação é marcada por tumulto

AE |

Cerca de cinquenta servidores do Judiciário passaram a madrugada desta terça-feira acampados dentro do fórum João Mendes, no centro de São Paulo. Aproximadamente outros cem permaneceram do lado de fora. A categoria está em greve desde 28 de abril e pede reposição salarial de 20,16%.

AE
Cerca de cinquenta servidores do Judiciário passaram a madrugada de hoje acampados dentro do fórum João Mendes

Segundo os funcionários, policiais e seguranças terceirizados impediram o fornecimento de comida, água e cobertores aos grevistas que ficaram dentro do fórum após o expediente. "Tentamos passar pizzas por baixo da porta para nossos colegas, mas os seguranças vieram e pisaram em cima", disse um dos grevistas, que não quis se identificar.

Segundo servidores que aguardavam do lado de fora, a entrega de suprimentos teria sido autorizada pelo juiz auxiliar José Maria, que participou das negociações no período da tarde. Mas em seguida foi supostamente desautorizada pelo desembargador João Batista.

Por volta das 22h de quarta-feira, houve tumulto durante tentativa de entrega de barras de cereais para os grevistas que estavam dentro do fórum e uma das vidraças na entrada do prédio foi quebrada, supostamente por um segurança terceirizado.

Segundo os servidores, haverá uma reunião ao meio-dia entre representantes da categoria, o presidente do Tribunal de Justiça, Antonio Carlos Viana Santos, e o governador do Estado, Alberto Goldman, com o objetivo de destravar as negociações.

"Dinheiro para aumentos e gratificações para os juízes nunca falta. Mas eles não pagam nem a nossa reposição salarial, que é prevista por lei", reclamou um dos servidores.

    Leia tudo sobre: Judiciáriomanifestação

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG