O candidato do PSDB à Presidência, José Serra, faz nesta quinta-feira sua segunda viagem ao Nordeste nesta pré-campanha eleitoral. Ele visita o Rio Grande do Norte, onde 40% da população recebe o Bolsa Família - programa do governo federal e bandeira da candidata do PT, Dilma Rousseff." / O candidato do PSDB à Presidência, José Serra, faz nesta quinta-feira sua segunda viagem ao Nordeste nesta pré-campanha eleitoral. Ele visita o Rio Grande do Norte, onde 40% da população recebe o Bolsa Família - programa do governo federal e bandeira da candidata do PT, Dilma Rousseff." /

Serra visita Estado onde 40% da população recebe Bolsa Família

http://images.ig.com.br/ult_us/selo_eleicoes.jpg align=leftO candidato do PSDB à Presidência, José Serra, faz nesta quinta-feira sua segunda viagem ao Nordeste nesta pré-campanha eleitoral. Ele visita o Rio Grande do Norte, onde 40% da população recebe o Bolsa Família - programa do governo federal e bandeira da candidata do PT, Dilma Rousseff.

Adriano Ceolin, iG Brasília |

Como tem sido recorrente, Serra terá a tarefa de mostrar que dará continuidade aos êxitos do governo Luiz Inácio Lula da Silva. Sobretudo no Nordeste, onde a avaliação positiva do presidente ultrapassa os 80%. Porém, segundo os tucanos, Lula ainda não conseguiu transferir para Dilma toda sua popularidade.

Serra escolheu o Rio Grande do Norte porque o palanque dele no Estado está definido. Líder nas pesquisas até agora, a senadora Rosalba Ciarlini (DEM) vai disputar o governo. Para o Senado, ela apoiará José Agripino (DEM) e Garibaldi Alves Filho (PMDB), que tentarão a reeleição.

Garibaldi é primo do líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves, um dos principais defensores de Dilma no Congresso. Apesar disso, Garibaldi preferiu compor a coligação com Agripino e Rosalba. Em junho, ele pedirá licença da cadeira de senador. A vaga ficará com João Faustino (PSDB).

Ele é um dos homens de confiança de Serra. Em 2007, assumiu um cargo de subsecretário da Casa Civil do Estado de São Paulo. Segundo Faustino, Serra tem condições de vencer no Rio Grande do Norte, apesar de 40% da população ser beneficiada pelo Bolsa Família.

Temos de dizer que esse programa é fruto de um trabalho iniciado no governo Fernando Henrique Cardoso junto com Serra, disse. O programa do Lula era o Fome Zero, que não deu certo. O Bolsa Família é, na verdade, a junção de programas criados durante o nosso governo tucano, completou.

Faustino lembra que, apesar da boa avalição de Lula, o PSDB conseguiu melhorar o resultado de 2006 em relação a 2002. Há oito anos, Lula teve 20% a mais de votos que Serra. Em 2006, essa vantagem baixou para 13%, disse. Segundo o tucano, as pesquisas mostram empate técnico entre Dilma e Serra no Estado.

Líder do DEM no Senado, José Agripino lembra que Lula, em 2008, não conseguiu eleger sua candidata a prefeita em Natal, a deputada Fátima Bezerra (PT). Acabou vencendo a disputa Micarla de Sousa (PV), cuja campanha foi coordenada por Agripino. 

A transferência de votos só acontece quando a candidata é boa. Dilma ainda não conseguiu mostrar que é uma boa candidata. Pelo contrário, desde que saiu do governo, estacionou nas pesquisas, disse o líder do DEM.

Agenda no RN

Como já fez em outros Estados, Serra dará entrevista a emissoras de rádio e TV.  Por volta das 11h, o tucano participará de uma reunião com empresários. Ele deverá fazer uma palestra em que defenderá obras como o aeroporto de São Gonçalo, a barragem de Oiticica e a construção de uma refinaria de petróleo.

No começo da tarde, Serra viaja para Brasília onde participa da posse do novo presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Ricardo Lewandowski. Na sexta-feira, ele vai à posse de Cesar Peluso como presidente do STF (Supremo Tribunal Federal).

Leia também:

Leia mais sobre Serra

    Leia tudo sobre: serra

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG