Serra vê falta de investimento em irrigação no Nordeste

No dia em que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva desembarcou às margens do Rio São Francisco para fiscalizar obras do projeto de transposição, o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), criticou a falta de investimento em irrigação nas áreas ribeirinhas em Pernambuco. Lula levou a tiracolo a ministra Dilma Rousseff, possível candidata do PT à Presidência em 2010.

Agência Estado |

Serra deve disputar pelo PSDB o posto de presidente e esteve na região no sábado.

"Você leva água, mas tem de montar um sistema para a água chegar às propriedades", disse o governador, após participar de evento oficial na capital paulista. "Há absoluta ausência de investimentos na irrigação. Foram interrompidos há seis ou sete anos."

Apesar de administrar São Paulo, Serra visita ao menos uma vez por mês a região Nordeste do País. Em sua última viagem a Petrolina, a 780 quilômetros de Recife, o tucano contou ter ido a um assentamento de 600 famílias às margens do São Francisco. "Eles não têm água nem para beber, vivem numa situação de carência muito grande, apesar de estarem próximos do rio", disse. "Vi um canal de 84 quilômetros pronto, sem ser utilizado porque não tem rede até as propriedades."

Apesar da crítica, o paulista evitou se colocar contra as obras de transposição do Rio São Francisco. "Não são (coisas) excludentes. Você vai fazer transposição, tudo bem. Agora as áreas que já estão na beirada do São Francisco deviam ser irrigadas."

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG