Serra torna corregedoria independente da polícia

Antes subordinada à Delegacia Geral, a Corregedoria da Polícia Civil passa a responder diretamente à Secretaria da Segurança Pública, após decreto do governador José Serra publicado ontem no Diário Oficial. A medida, defendida pelo secretário Antônio Ferreira Pinto, não é uma simples alteração burocrática.

Agência Estado |

Ela é vista por corregedores como necessária para garantir credibilidade e independência, evitando afastamentos de quem investiga crimes de seus pares, como ocorreu nos anos 90 com os delegados Maurício Genofre e Guilherme Santana e, recentemente, com o delegado Gerson Carvalho.

A medida enfrentava a resistência até de integrantes da cúpula da Polícia Civil, que enxergavam nela desprestígio para a instituição, além de poder, no futuro, permitir a manipulação do órgão corregedor contra a classe. O governo, no entanto, estava decidido e fez a mudança por decreto - além de Serra, assinam o documento Ferreira Pinto e os secretários Francisco Vidal Luna (Planejamento), Mauro Ricardo Machado Costa (Fazenda) e Aloysio Nunes Ferreira Filho (Casa Civil).

Além de subordinar a corregedoria ao gabinete, como já ocorre com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), o decreto também determina que um delegado só pode ser removido da corregedoria pela própria vontade ou por vontade do secretário, trazendo para o titular da pasta essa responsabilidade. O diretor da corregedoria deve informar constantemente o secretário sobre as atividades do órgão. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG