A menos de 25 dias para deixar o governo paulista e com uma agenda extensa de obras por inaugurar, o governador e pré-candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, entregou ontem a segunda maior estação de tratamento de esgoto da sua gestão e encerrou sua visita ao interior do Estado com um café numa das padarias mais tradicionais de Taubaté. Em um ritual típico de candidato, Serra, ao deixar a inauguração de Tremembé percorreu de carro cerca de 20 quilômetros até a cidade vizinha para tomar um chocolate quente, tirar fotos e puxar conversas com moradores e funcionários.

"Ele me pediu para levá-lo a uma padaria gostosa e tradicional perto daqui", disse o prefeito de Taubaté, Roberto Peixoto (PMDB), que o acompanhou durante toda a visita.

Ao inaugurar a 41ª estação de tratamento de esgoto de seu governo - a unidade só perde em tamanho para a de Santos, na Baixada Santista - Serra destacou os investimentos do Estado no setor de saneamento. "Nós duplicamos na nossa gestão os investimentos da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), sem contar outros investimentos em saneamento", discursou.

A área é um dos pilares do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), uma das vitrines de campanha da pré-candidata do PT à Presidência da República, ministra Dilma Rousseff. Em quatro anos serão aplicados R$ 6,8 bilhões, afirmou Serra. Com a entrega de ontem, o governo promete coletar e tratar 100% do esgoto da população das duas cidades. Hoje esse índice é de 2%. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.