Serra tem 38% de preferência e Dilma, 28% em pesquisa Datafolha

SÃO PAULO (Reuters) - Nova pesquisa Datafolha divulgada neste sábado indica o pré-candidato pelo PSDB à Presidência da República, José Serra, com 38 por cento das intenções de voto, seguido por Dilma Rousseff, do PT, com 28 por cento. A vantagem de Serra para Dilma subiu para dez pontos percentuais, oscilação dentro da margem de erro da pesquisa, que é de dois pontos. No levantamento anterior, publicado em 27 de março, Serra tinha 36 por cento e Dilma, 27 por cento, uma diferença de nove pontos.

Reuters |

Essa foi a primeira sondagem do instituto realizada após o lançamento do nome do tucano, no sábado passado. A candidatura Dilma havia sido lançada em fevereiro.

A pesquisa, publicada pelo jornal Folha de S.Paulo, indicou ainda que Marina Silva (PV) ficou pela primeira vez à frente de Ciro Gomes (PSB), o único dos quatro que não foi confirmado como candidato por seu partido.

Marina teve 10 por cento das indicações de voto, enquanto Ciro ficou com 9 por cento. A vantagem está ainda dentro da margem de erro. Em março, Marina tinha 8 por cento e Ciro, 11 por cento.

No cenário sem Ciro, Serra vai a 42 por cento e Dilma sobe para 30 por cento, enquanto Marina alcança 12 por cento.

Em simulação de segundo turno, Serra tem 50 por cento e Dilma fica com 40 por cento.

O levantamento do Datafolha ouviu 2.600 eleitores entre os dias 15 e 16 de abril (quinta e sexta-feira) em 144 municípios do país.

Na terça-feira, foi divulgada pesquisa do Instituto Sensus encomendada pelo Sintrapav (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Construção Pesada de São Paulo) que apontou empate técnico entre Serra (32,7 por cento) e Dilma (32,4 por cento), com margem de erro de 2,2 por cento. O PSDB está questionando a pesquisa junto à Justiça eleitoral.

(Reportagem de Carmen Munari)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG