Serra: mortes devido às chuvas são fatalidade e tragédia

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), disse hoje que as mortes causadas por deslizamentos e acidentes decorrentes da chuva são uma fatalidade. As mortes são uma fatalidade, uma tragédia.

Agência Estado |

Você tem milhares de moradias, em geral em loteamentos clandestinos, lugares inseguros. É difícil as famílias concordarem em mudar de lá quando está tudo bem", afirmou o governador.

Serra evitou opinar sobre a atuação das prefeituras e das unidades da Defesa Civil nos municípios na retirada de famílias de áreas de risco. Ele disse que, na medida do possível, o Estado tem ajudado nessa tarefa. "Infelizmente, têm acontecido tragédias. A gente tem procurado minimizar ajudando as prefeituras, mandando geólogos e a Defesa Civil Estadual para identificar as áreas de risco."

Serra disse que tem conversado frequentemente com prefeitos de municípios que possuem regiões mais críticas para que formulem planos de retirada imediata das famílias das áreas de risco.

Desde dezembro, morreram no Estado, em decorrência das chuvas, 69 pessoas. Na madrugada de hoje, três pessoas de uma mesma família morreram soterradas em Francisco Morato.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG