cai na água durante evento - Brasil - iG" /

Serra lança projeto para deficientes na Praia Grande e cai na água durante evento

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), entrou hoje no mar com tênis, calça jeans e camiseta polo na Praia da Guilhermina, na Praia Grande, durante o lançamento do projeto Praia Acessível - que vai oferecer cadeiras de rodas adaptadas para que deficientes físicos possam tomar banho de mar.

Agência Estado |

Serra evitou falar de política, mas, no melhor estilo pré-eleitoral, aproveitou a praia lotada em pleno feriado de carnaval para acompanhar os cerca de 20 deficientes que estrearam as cadeiras.

Empurrou uma delas, entrou no mar até que o nível da água atingisse a altura da cintura e brincou de jogar água no grupo durante cerca de cinco minutos.

AE
Serra acompanha cadeirante
antes de entrar no mar

Serra decidiu empurrar uma das cadeiras assim que ouviu a sugestão de um popular e, ao que tudo indica, também resolveu entrar no mar com roupa e tudo em cima da hora: não havia qualquer assessor com uma toalha e o governador retornou ao carro oficial encharcado.

O governador aparentava cansaço depois das viagens recentes ao Nordeste nos últimos dias.

O lançamento do projeto Praia Acessível ocorreu em uma tenda montada na Praia de Guilhermina.

A ideia é distribuir cerca de cem cadeiras, na primeira fase, entre diversas praias do litoral (as primeiras serão Guilhermina; Perequê, em Ilhabela; e Boqueirão, em Santos).

Compareceram ao evento os prefeitos de Peruíbe, Mongaguá, Guarujá e Bertioga e os vice-prefeitos de Praia Grande, São Vicente e Itanhaém.

O serviço ficará disponível de terça-feira a domingo, das 9h às 17h.

Pelo projeto, a pessoa portadora de deficiência deve apresentar os documentos do usuário, e também de um acompanhante, e preencher um termo de responsabilidade para poder usar o equipamento.

A cadeira possui rodas largas para evitar o afundamento na areia e tem de uma barra para auxiliar a movimentação na areia ou entrada e saída da água.

Os critérios para os municípios receberem a cadeira de rodas anfíbia ainda serão definidos pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

O primeiro item é a praia oferecer condições mínimas de acessibilidade, rampas, piso tátil, vagas específicas, banheiros acessíveis e postos de salvamento, de acordo com a secretaria.

Nas contas do governo estadual, o país tem hoje 24,5 milhões de pessoas (14,5% da população) com algum tipo de deficiência.  

    Leia tudo sobre: carnavaldeficientesserra

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG