Para atenuar os efeitos das fortes chuvas que matam e deixam milhares de pessoas desabrigadas todos os anos em São Paulo, o governador José Serra e a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) entregaram hoje 294 apartamentos para famílias que moram em favelas e áreas de risco nas zonas Leste, Norte e centro da capital paulista. A entrega das novas moradias neste sábado ocorreu no conjunto próximo ao Terminal de Ônibus Habitacional Cidade Tiradentes, zona leste de capital.

Segundo a assessoria de imprensa do Governo do Estado de São Paulo, os novos apartamentos estão em plenas condições de receber os futuros moradores. Contudo, as mudanças serão feitas de acordo com um agendamento feito pela equipe da Área Social da CDHU, que fez questão de montar um escalonamento das chegadas das novas famílias aos locais, até como forma de evitar tumultos para quem já habita lá.

As novas moradias, de acordo com a assessoria de imprensa, estão localizadas em cinco conjuntos habitacionais e foram construídas pelo Governo do Estado de São Paulo em parceria com a Prefeitura. Foram investidos neste empreendimento R$ 11,400 milhões, recursos desembolsados pelos cofres do Estado.

O trabalho de regularizar a questão fundiária e remover as famílias que habitam nas áreas de risco é um programa que o Governo Estadual vem desenvolvendo em parceria com as prefeituras de todo o Estado. Um dos programas que mais tem repercutido é o Programa Serra do Mar, em Cubatão.

A idéia é retirar os moradores das encostas cujos laudos do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) atestam que o solo do local tem grande propensão a sofrer deslizamentos nas épocas das chuvas. Os apartamentos entregues hoje têm dois dormitórios, sala, cozinha e área de serviço, com 45, 46 e 64,57 metros quadrados de área construída.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.