Serra e Kassab repetem proposta de Marta para o metrô

Uma das polêmicas desta eleição municipal, o projeto da candidata petista Marta Suplicy para o metrô de São Paulo serviu de base para o anúncio da extensão da futura Linha 6-Laranja feito hoje na capital paulista, com a pompa de solenidade oficial, pelo governador José Serra (PSDB) e pelo prefeito reeleito Gilberto Kassab (DEM). No auge da campanha, Marta apresentou um novo traçado para a rede, que contrariava o plano executado desde o início da atual gestão pela Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô).

Agência Estado |

A maioria das diferenças estava nas extensões das linhas e o projeto foi amplamente criticado por seus adversários, Gilberto Kassab, e o candidato do PSDB, Geraldo Alckmin. O traçado de Marta ampliava a ligação do projeto original entre São Joaquim e Freguesia do Ó para a Vila Nova Cachoeirinha, em uma ponta, e para a estação Conceição da Linha 1-Azul, na outra.

A ampliação do projeto anunciada hoje por Serra e Kassab segue a mesma idéia: será uma bifurcação da Freguesia do Ó para a Vila Nova Cachoeirinha e Brasilândia, na zona norte paulistana.

Durante o anúncio da extensão, realizado no Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso, Kassab e Serra enfatizaram sua "parceria" e comemoraram a extensão da Linha 6. Kassab destacou a "oportunidade" de participar de evento "em que o governador consolida o projeto de extensão do metrô na zona norte".

    Leia tudo sobre: metrô

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG