Serra e Dilma sobem; Ciro e Marina caem em pesquisa Ibope

Por Natuza Nery BRASÍLIA (Reuters) - Os dois principais adversários na corrida eleitoral do ano que vem cresceram na intenção de voto junto ao eleitorado, mostrou nesta segunda-feira pesquisa do Ibope encomendada pela Confederação Nacional da Indústria.

Reuters |

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), mantém a liderança, com 38 por cento (ante 35 por cento em setembro). O resultado fica em patamar semelhante às apurações internas feitas pelo PSDB, e vai de encontro à pesquisa CNT/Sensus divulgada no final de novembro, em que o tucano perdia votos.

A ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), pré-candidata do PT, alcançou 17 por cento (ante 15 por cento anterior) e passou o deputado Ciro Gomes (PSB-CE), que tem agora 13 por cento (contra 17 por cento em setembro).

A senadora Marina Silva (PV-AC) oscilou para baixo, passando de 8 para 6 por cento. O percentual de brancos e nulos, somados ao universo que não soube responder, é maior que o tamanho da intenção de voto dada à pré-candidata do governo.

"As intenções de voto ainda estão muito voláteis", afirmou a jornalistas Amauri Teixeira, responsável pela pesquisa.

A sondagem foi realizada logo após as inserções na TV de comerciais do PSDB e do PT.

Segundo Teixeira, isso "certamente" contribuiu para o resultado atual. Serra subiu três pontos percentuais e Aécio, 2 pontos.

Na simulação em que o mineiro aparece --portanto sem o paulista no páreo-- Ciro Gomes fica à frente (com 26 por cento, pois pontos a menos que na sondagem passada). Dilma segue no ranking, com 20 por cento (ela tinha 18 em setembro). Aécio aparece em terceiro, com 14 por cento (ante 13 por cento), seguido por Marina, que passou de 11 por cento para 9 por cento.

DESCONHECIMENTO E REJEIÇÃO

Serra e Ciro são os nomes mais conhecidos entre o eleitorado. Já Dilma e Marina, não. Isso tem efeito imediato sobre a percepção dos entrevistados, argumenta Teixeira.

"Candidatos menos conhecidos podem ter índices de rejeição mais elevados", informa a pesquisa.

E é justamente o que ocorre. Enquanto 29 por cento dizem que jamais votariam em Serra, 41 por cento dizem o mesmo sobre Dilma.

Ciro tem 33 por cento de rejeição; Aécio, 36 por cento. Marina recebe 40 por cento.

"Por esses números, não dá para dizer o que é desconhecimento e o que é rejeição", acrescentou.

A ministra da Casa Civil é conhecida por 32 por cento dos eleitores consultados, enquanto seu principal rival, José Serra, é conhecido por 69 por cento. Os índices dados a Ciro, Aécio e Marina são de 45 por cento, 30 por cento e 21 por cento, respectivamente.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG