Serra e Aécio vão juntos a mostra sobre Tancredo, no RJ

Para encerrar o dia ao lado do ex-governador de Minas Gerais Aécio Neves, o pré-candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, prestigiou, no Rio de Janeiro, a abertura de uma exposição em homenagem ao centenário do ex-presidente Tancredo Neves. Aécio e Serra a visitaram juntos, no Museu Histórico Nacional, durante 40 minutos.

Agência Estado |

Ao final, lembraram a trajetória política de Tancredo, avô de Aécio, e, bem humorados, comentaram o novo visual do ex-governador mineiro, que agora usa barba. "Sempre fomos próximos. Acho até que ele deixou crescer a barba para não correr o risco de outro beijo", brincou Serra, lembrando que beijou Aécio no lançamento de sua pré-candidatura à Presidência, em Brasília. "Se ele der mais um beijo daquele, aí eu me apaixono mesmo", respondeu Aécio.

O ex-governador mineiro lembrou que Serra foi convidado por Tancredo depois de eleito presidente pelo Colégio Eleitoral para coordenar o programa de governo. "A partir de Tancredo tivemos o período mais democrático da história brasileira. Uma democracia de massas, um clima de liberdade e muitos avanços no País", elogiou Serra.

Aécio disse estar emocionado com a exposição que reuniu objetos e documentos de seu avô e com a presença de muitos amigos do ex-presidente. "As novas gerações, que não viveram os momentos terríveis da ditadura, vão aprender muito com a generosidade e a coragem de Tancredo para construir consensos", disse Aécio.

O atual governador de Minas, Antonio Anastasia, candidato à reeleição, também participou da visita à exposição. Às 19h30, o governador Serra despediu-se de Aécio e, segundo sua assessoria, voltou para São Paulo. O pré-candidato tucano não quis falar de campanha e prometeu voltar em breve ao Rio de Janeiro, onde o PSDB tenta salvar a aliança com o PV, o DEM e o PPS. "Estou louco para voltar aqui", respondeu Serra.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG