Serra e Aécio se reúnem em Minas para assinar atos de cooperação

BRASÍLIA (Reuters) - Em um movimento de aproximação política, os governadores de São Paulo, José Serra, e de Minas Gerais, Aécio Neves, assinaram nesta quarta-feira dois convênios de cooperação nas áreas tributária e de segurança pública. A cerimônia, realizada em Belo Horizonte, voltou a reunir os dois tucanos antes da campanha eleitoral. Ambos queriam representar o PSDB na eleição presidencial de outubro, mas o partido optou pelo governador paulista. Líderes da oposição passaram então a pressionar para que o mineiro aceitasse ser vice de Serra, o que Aécio tem rechaçado.

Reuters |

"O objetivo foi mais administrativo, mas não deixa de ser um ato político", disse à Reuters um auxiliar próximo a Aécio que pediu para não ser identificado.

O evento também serviu para o governador de Minas tentar demonstrar a Serra que se empenhará na campanha presidencial. Um sinal, disse o aliado de Aécio, foi a presença de 34 prefeitos de municípios mineiros na cerimônia.

Os dois governadores devem deixar os cargos nos próximos dias para poder concorrer a cargos eletivos. A legislação eleitoral estabeleceu o prazo para a desincompatibilização em 3 de abril. O lançamento da pré-candidatura a presidente de Serra foi agendado para 10 de abril.

(Reportagem de Fernando Exman)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG