Serra do Sol: STF suspenderá sessão após voto de Mello

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), iniciou por volta das 20h05 o seu voto no julgamento da ação que contesta a demarcação contínua da Reserva Indígena Raposa Serra do Sol. O presidente do STF, ministro Gilmar Mendes, anunciou que irá suspender a sessão após o voto de Celso de Mello.

Agência Estado |

O julgamento será retomado amanhã, quando Mendes dará o seu voto na ação e será anunciada a conclusão do tribunal sobre o caso.

A sessão de hoje, iniciada pouco antes das dez horas, foi quase toda utilizada pelo ministro Marco Aurélio Mello para a leitura de seu voto. Ele votou pela nulidade do processo. Antes do voto de Marco Aurélio, 8 dos 11 ministros do STF já tinham votado favoravelmente à demarcação contínua, mas com a imposição de 18 ressalvas. Esses ministros não devem recuar e devem ser acompanhados pelo decano do tribunal, Celso de Mello, e pelo presidente do Supremo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG