Serra diz que trabalha focado no governo paulista

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), esquivou-se hoje de comentários sobre eleição presidencial em visita a Vinhedo, no interior de São Paulo, mesmo após o apoio declarado de autoridades como o deputado federal Guilherme Campos à sua pré-candidatura à Presidência da República. Nosso governador, nosso líder, defina a vida que nós estaremos acompanhando o senhor, afirmou Campos durante discurso feito na solenidade para assinatura de convênio e parceria para os programas Quero Vida (para idosos) e Ação Jovem (capacitação profissional).

Agência Estado |

Serra afirmou, ao iniciar seu discurso e durante entrevista coletiva, que seu foco será mantido no trabalho como governador. "Eu estou concentrado de maneira intensa no meu trabalho aqui em São Paulo. Não é fácil escapar do bate-boca pré-eleitoral, mas eu não entrarei nesse bate boca pré-eleitoral, porque eu tenho que aproveitar este tempo, inclusive este começo de ano, em que aparentemente as coisas são mais folgadas - pelo menos no caso de São Paulo o trânsito é menor, o que já facilita muito o deslocamento - para exercer como nunca a tarefa que a população de São Paulo me delegou já no primeiro turno da eleição passada", alegou.

Apesar de não dirigir-se ao assunto diretamente, o governador não poupou seus adversários de uma alfinetada. "Nós fizemos, como diriam alguns outros políticos que sabem fazer mais marketing, tantas Fatecs quantas as que foram feitas em toda a história de São Paulo", comentou durante o discurso no qual enumerou realizações nas áreas de saúde, educação, obras, assistência social e desenvolvimento.

"Eu fiquei pensando: vou chegar lá (Vinhedo) e vou dizer o que estamos fazendo aqui na região. E ai desisti, porque eu tenho um relatório que sempre me entregam que eu leio no helicóptero e se eu fosse falar aqui ia morrer todo mundo de tédio. É verdade, são seis páginas de lista de coisas. Não dá para falar. Nem a imprensa teria interesse. Porque a imprensa não tem interesse nas páginas do que foi feito, mas naquilo que não foi feito."

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG