SÃO PAULO (Reuters) - Com a divulgação de mais uma sondagem eleitoral mostrando queda na sua liderança sobre Dilma Rousseff, pré-candidata do PT, o governador de São Paulo e provável candidato do PSDB à Presidência, disse nesta quarta-feira que não irá comentar resultados de pesquisas até as eleições. Eu não comento pesquisa, nem quando estou disparado nem quando não estou, disse Serra a jornalistas no Palácio dos Bandeirantes. Pesquisa até outubro eu não comento, nunca vou comentar, nenhuma.

Levantamento do Ibope, encomendado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), mostrou nesta manhã Serra com 35 por cento das intenções de voto, contra 30 por cento da ministra da Casa Civil.

A pesquisa CNI/Ibope anterior, divulgada em dezembro, mostrava o tucano com 38 por cento e a petista com 17 por cento. Em fevereiro, outra sondagem Ibope mostrava o placar em 36 a 25 por cento.

(Reportagem de Natuza Nery)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.